sábado, 12 de agosto de 2017

Ei, papai... Não fique bravo. Foque no amor!


Ei papai, não estranhe eles pegarem sua roupa, bagunçar todo o armário de sapatos, só para parecerem mais um pouco contigo, como se isso fosse possível.

Nem pense em achar ruim os cadarços perdidos e a correria com o sapato de trabalho. Os bonés sujos e gravatas desfiadas. Eles, realmente, só querem parecer contigo.

Durante o dia, catam a mochila e enchem de papeis, canetas, cartões de visitas e celular. Imitam até o seu jeito de falar, pausas e sotaque.

Por sua causa se apaixonaram pelo seu time de coração. E mesmo quem arrasta uma asinha para outro time, veste a camisa do teu, torce de verdade por amor a você.

Não se irrite com os biscoitos no sofá, deixe para lá os brinquedos que machucam o pé e o controle lambuzado de geleia de morango. Foque no amor! Só no amor.

Dia após dia, eles se interessam mais por sua vida, sonham em serem soldados, jogadores de futebol ou professores, tudo o que você já foi ou ainda é. Olhe de perto este amor.

Sabe o que é? Você não é apenas pai. Eles realmente acreditam que há asas ou uma capa escondida por debaixo da roupa. Você é herói quando volta do supermercado carregado e trás as coisinhas que eles adoram comer. Não se irrite com os gritos ao vê-lo chegar. É de alegria! É de orgulho e admiração. Pulam em volta como que comemorando um gol, disputam espaço com o cachorrinho que também pula de tanto amor. Olhe de perto os olhinhos brilhando. Olhe de perto e escute com atenção cada história contada, tente gravar porque tudo isso lhe fará falta.

Dia desses, num piscar de olhos, eles crescem e você perderá sua capa. Dia desses não haverá mais sapatos espalhados, admirador na janela te vendo subir as escadas de casa, olhinhos de orgulho por cada feito, nó no sapato, biscoito dado escondido da mãe, pirulito comprado na padaria e recebido como um presente dos bons.

Foque no amor e você verá que há mais motivo para abraços e grude eterno do que brigas por farelos em cima do sofá.

Olhe de perto este amor e torne-se cada dia melhor, mas prepare-se,  tá? Dia desses eles pegam as asas emprestadas e voam para longe.

Não se acanhe em demonstrar o quanto é loucamente apaixonado por eles, não existe o "eu te amo" mesmo bravo ao colocá-los de castigo, pois isso será motivo de arrependimento futuro na certa. Carregue no colo, enquanto ainda cabem e querem. Fale manso e experimente vê-los mudar o tom de voz junto, querendo imitar, acalmando o coração atordoado. Durma junto. Suje-se também. Deixe de lado o celular, tenha a certeza que as pessoas mais importantes da sua vida e dignas de atenção são as que medem menos de um metro e meio. Desligue-se do mundo um pouco e por fim, foque no amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário